Diário de Guantánamo

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Diário de Guantánamo, da jornalista e advogada Mahvish Rukhsana Khan, denuncia a prisão ilegal de homens na Baía de Guantánamo, uma base norte-americana em território cubano que, desde os atentados do 11 de setembro de 2001, é utilizada para deter inimigos afegãos e iraquianos.

De descendência afegã, porém, nascida nos Estados Unidos, Mahvish foi aceita como intérprete dos diálogos entre os prisioneiros afegãos e os advogados de defesa americanos. Muitos destes homens estavam presos há mais de cinco anos sob frágeis acusações e sem um julgamento justo.

Certamente, há prisioneiros de alta periculosidade em Guantánamo. Mas, neste Diário, a autora revela histórias de tortura e de humilhação sofridos por seres humanos que, em muitos casos, foram vendidos por seus conterrâneos como objetos de recompensa, pois a denúncia tornara-se uma prática comercial no Afeganistão pós-11 de setembro.

Assim como qualquer pessoa poderia denunciar membros do Talibã e da Al-Qaeda para receber recompensa, qualquer pessoa também poderia ser escolhida e presa sob acusações inconsistentes, feitas por pessoas desonestas, que se beneficiariam financeiramente pelo sistema de recompensas.

Ao findar o Diário, Mahvish descreve o emocionante retorno de três homens aos seus lares: o médico pediatra Ali Shah Mousovi, o idoso Haji Nusrat Khan e o pastor de cabras Taj Mohammad. Todos eles acusados injustamente de terroristas e personagens principais deste livro.

***

No site pessoal da autora, vocês podem conferir o acervo fotográfico desta experiência única! São imagens dos ex-detentos e suas famílias, da cultura afegã e das paisagens do Afeganistão.

5 comentários:

  1. Interessantissimo..
    Gosto muito desse tipo de leitura...
    DIca muito boa

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dani!

    Tenho que arrumar tempo para ler esse livro... mas só se tu me emprestar! hehehe

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oie menina.... EU estou passando para agradecer o livro que ganhei... Adorei demais com dedicatória e tudo....
    Quando terminar minhas leituras atuais, vou ler e postar sobre ele...
    Pelo que vi, é bem interessante...
    Vlw e sucess XD

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kézia. Eu AMO leitura de histórias reais, ainda mais quando são tão comoventes.

    Que bom que já recebeste meu livro. Vou aguardar a postagem!

    Mi, eu te empresto este livro com certeza! Quando quiser, é só pedir...

    Beijos, meninas! Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dani!

    Que susto!!

    Depois da conversa de hoje achei que tu não ias emprestar...

    kkkkkk

    bjs

    ResponderExcluir

Entre aspas

A palavra amor é um eufemismo para abrandar um pouco a verdade ferina da palavra cio.
Fisiologicamente, verdadeiramente, amor e cio vêm a ser uma coisa só.
(Júlio Ribeiro, 1845-1890)

Seguidores

Últimos Comentários

©LEITURA DO MOMENTO

Todos os Direitos Reservados