Julie & Julia

domingo, 1 de janeiro de 2012

Julie & Julia (Editora Record; 350 páginas) é o nome que a autora, Julie Powell, deu ao delicioso desafio de por a mão na massa, literalmente, e fazer 524 receitas em 365 dias numa cozinha horrorosa de um “apertamento” no subúrbio de Nova Iorque. A façanha foi compartilhada com o mundo todo – até que o mundo todo a descobrisse, é claro – pela internet: o blog que leva o nome de Julie.

Antes de se aventurar na cozinha, Julie Powell vivia uma crise dos trintas anos; sentia-se pressionada por seu relógio biológico – queria engravidar, mas achava que jamais conseguiria tal feito; tinha um emprego entediante de secretária em um departamento governamental – criado para atender famílias das vítimas do 11 de setembro; e seu casamento com Eric estava (im)perfeito, pois a vida sexual não estava lá muito ativa.

Enfim, Julie ansiava por um novo rumo a sua vida. E foi na casa da sua mãe, passando uns dias para se distrair, que ela encontrou o livro clássico da gastronomia internacional – Mastering the Art of French Cooking, cuja autora, Julia Child, apresentou a culinária francesa às donas de casa norte-americanas através dos seus livros e programas de televisão. E o primeiro livro dela, chamado de MtAoFC por Julie, é recorde de vendas desde os anos 1960.

A ideia de escrevê-lo deveu-se à dificuldade de Julia em encontrar livros de receitas francesas em língua inglesa, nos tempos em que ela morou em Paris com seu marido Paul Child e também precisava dar um novo rumo a sua vida: foi então que ela fez um curso de culinária no Le Cordon Bleu e iniciou a escritura de MtAoFC. Mal sabia ela que anos mais tarde, tal livro salvaria Julie de uma crise existencial de modo inovador.

Com um estilo cômico de escrever, Julie relata os bastidores da sua cozinha e dos seus feitos: as crises histéricas quando uma receita dava errada; o desprazer de matar animais para cozinha-los depois; os jantares com os amigos para degustação dos seus pratos; o processo de engorda pelo qual passou; as brigas com o marido por sua obsessão ao Projeto Julie & Julia; e, por fim, as comemorações quando a imprensa a descobriu.

Consequentemente, o blog virou livro, que virou filme em 2009. As atrizes Amy Adams e Meryl Streep dão vida às personagens principais da trama: Julie e Julia, respectivamente. É óbvio que o livro é mais completo do que o filme, mas percebe-se que o roteiro deste é a essência daquele. Todas as histórias que ficaram de fora não alteraram a ordem dos fatores. Para assistir ao trailer, clique aqui.

***

Comentário: “Ao fim da leitura deste livro até me bateu uma vontade louca de enfrentar uma cozinha. Mas como eu odeio cozinhar e não tenho o menor dom para isso – tudo o que eu faço vira uma gororoba, pensei em outros desafios para dar um sentido à vida [risos]. No ano retrasado, comprei o livro 1001 livros para ler antes de morrer, de Peter Boxall, publicado pela Editora Sextante, que tal um desafio literário do tipo 1001 livros em 1001 dias [sem morte, por favor]? Vou amadurecer esta ideia”.




O Desafio Literário 2012 do mês de janeiro tem como tema a literatura gastronômica. Por este motivo, eu escolhi o romance autobiográfico Julie & Julia, de Julie Powell, para ler. Nesta gincana entre blogueiros, o objetivo é ler no mínimo 12 livros, sendo um por mês e de gêneros literários diferentes. Em fevereiro, os participantes devem ler um livro que contenha um nome próprio de pessoas no título. Eu vou tentar novamente a leitura de Paula, de Isabel Allende. E você?

11 comentários:

  1. Esse livro também tá na minha lista do DL! :D Adorei a resenha, agora estou com mais vontade de ler ele!

    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Eu planejava ler esse livro para o DL, mas na verdade não estava nem um pouco interessada. Sua resenha me deixou bem animada para lê-lo! Te devo um obrigada! \o/
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Também estou lendo esse livro para o DL. Estou mais ou menos na página 140 e adorando! Devorando cada página!!! Ainda vou tentar ler dois sobre o tema (Como água para chocolate e Mil dias em Veneza). Para o mês de fevereiro, escilhi Julieta e Marina.

    ResponderExcluir
  4. Também li Julie & Julia para o DL!
    Adorei... e resolvi até assistir ao filme. Para variar, achei o livro muito melhor, apesar de que no filme tem toda a história da Julia, retirada do livro que ela escreveu, "Minha vida em Paris".
    Bom, no fim também fiquei com vontade de me aventurar na cozinha, mas passou rapidinho hehehe

    Adorei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu vi o filme e estou doida pra ler o livro! Adorei sua resenha!

    Beijo

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  6. EU vi o filme e adorei!! Quero muito ler mas acabou nao entrando na minha lista. Boa escolha!

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi falar muito bem tanto do livro quanto do filme, tanto que pensei no livro para o Desafio Literário, até ser fisgada pelo Luis Fernando Veríssimo (o que se deu porque eu amo o Veríssimo e confesso, estava com um pouco de medo desse livro). Parabéns pela resenha, muito boa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. O que há comigo? Devo dizer que o início não me agradou. E com a pouco paciência que tenho tido ultimamente, abandonei a leitura. A julgar pela positividade dos comentários, Talvez deva considerar relê-lo. Valeu, Danizinha!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro parece ser bom!
    Parabéns amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  10. Eu também li esse livro para o DL 2012 e amei!

    ResponderExcluir

Entre aspas

A palavra amor é um eufemismo para abrandar um pouco a verdade ferina da palavra cio.
Fisiologicamente, verdadeiramente, amor e cio vêm a ser uma coisa só.
(Júlio Ribeiro, 1845-1890)

Seguidores

Últimos Comentários

©LEITURA DO MOMENTO

Todos os Direitos Reservados